sábado, 14 de março de 2020

Síndrome do sobrevivente: a culpa de continuar existindo



Boa tarde gente, tudo bem com vocês?  Hoje queria falar sobre algo muito comum mas pouco falado que é a Síndrome do sobrevivente: a culpa de continuar existindo

É uma síndrome que afeta aqueles que sobreviveram a grandes tragédias, um quadro desencadeado e sustentado pela culpa.

Quem desenvolve um quadro como esse tem por hábito culpar-se pela morte dos outros. Trata-se do primeiro grande sinal. O peso da culpa e do trauma favorecem o aparecimento de uma série de sintomas físicos, psíquicos e comportamentais como:


 ⚠️perturbações do sono
 ⚠️ansiedade
⚠️nervosismo 
⚠️pensamentos negativos 
⚠️transtornos gastrointestinais 
⚠️isolamento social 
⚠️alterações bruscas do humor 
⚠️cefaleia 

⚠️depressão

Independente da origem, quem sofre da síndrome do sobrevivente experimenta um forte sentimento de culpa, que perturba sua autoestima, afeta sua autoconfiança e coloca em cheque seu bem-estar psicológico.

Os danos emocionais podem ser contidos se a pessoa começar a trabalhar suas questões num processo de psicoterapia.
Nele, encontrará espaço para dar um significado a esse sofrimento, compreender suas origens e construir uma nova perspectiva de vida, com mais esperança e positivismo.


Queria saber de vocês, sobreviventes se já sofreram ou sofrem dessa síndrome? Muitas vezes tenho essa culpa, diria que ela está internalizada e tenho trabalhado duro na terapia pra mudar isso 💙💪🙏



Bom final de semana!







Fonte: https://br.mundopsicologos.com/artigos/sindrome-do-sobrevivente-a-culpa-de-continuar-existindo

Nenhum comentário:

Postar um comentário